Impacto Acadêmico e Social


Mesmo diante das dificuldades de mudanças imediatas nas realidades onde os estudos são realizados, os resultados têm oferecido subsídios para os desafios na área da Promoção da Saúde. Inclusive, tem contribuído com o desenvolvimento regional e nacional, visto que os pós-graduandos são de diferentes regiões do país (Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste). As pesquisas ocorrem em diferentes cenários, os participantes pertencem a grupos populacionais vulneráveis ou não. Segundo relato dos egressos, cerca de 60% dos sujeitos relataram perceber algum impacto das pesquisas no local onde foram realizadas. Estreitando a relação entre a academia e a comunidade local, regional e nacional, a inserção social permite que demandas possam ser avaliadas, com possibilidade de melhorar os serviços prestados e a qualidade de vida da população.

 

Semana do Bem-Estar

Somos integrantes da Rede Iberoamericana de Universidades Promotoras da Saúde (RIUPS), vinculada a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e Organização Mundial de Saúde (OMS); e desde a I Semana do Bem-Estar, o programa vem atuado, cumprindo o seu papel social. Em 2017, também participamos da II Semana do Bem-Estar, promovendo atividades que estimulem a cultura da saúde para todos, coma tenção especial a: Promoção da vida ativa e alimentação saudável; Redução do estresse e Inclusão de pessoas com deficiências. Essas atividades foram realizadas na Universidade de Franca, sendo que todo o corpo acadêmico e administrativo pôde participar, o evento contou com o Desafio do Bem-Estar – onde urnas dispostas no campus com desafios a fim de promover a saúde dos participantes; Roda de Conversa: Vamos conversar sobre suicídio e depressão?; Prática Mindfulness; Concurso de Cartazes sobre os temas da semana, os melhores cartazes foram premiados.

 

“Entre Olhares: Promoção de Saúde e Arte”

Ações de Promoção da Saúde na Universidade, como forma de inserção social e participação na Rede Iberoamericana de Universidades Promotoras da Saúde – RIUPS/OPAS/OMS. Teve início no ano de 2017, foi uma proposta artística entre os funcionários da limpeza e manutenção do campus, que teve como objetivos: desenvolver habilidades de leitura acerca da promoção da saúde; utilizar a arte da cerâmica como recurso no despertar criativo e favorecer o contato com a subjetividade e o potencial criativo do participante. Ao final dos três meses de projeto, foi organizada uma exposição para toda a comunidade do campus da UNIFRAN das peças confeccionadas pelos participantes. Fotos das peças e das atividades foram confeccionadas e durante o ano de 2018, esta exposição de fotos será organizada para ser visitada nos diferentes prédios da universidade, apresentando a todos esta iniciativa.

 

 

 

Impacto Acadêmico e Social