Notícias

Unifran tem projeto de pesquisa sobre Chagas e Esquistossomose aprovado pela FAPESP


01
September 2011

marciopesquisa.jpgRecentemente, a Universidade de Franca teve mais um projeto de pesquisa aprovado pela FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). O projeto é intitulado: “Estudo da atividade imunomodulatória de lignanas e neolignanas obtidas por síntese parcial e acoplamento oxidativo como potencial no desenvolvimento de novos fármacos antiparasitários”, o qual dará continuidade no estudo de novos fármacos contra a doença de Chagas e Esquistossomose.

O projeto tem como objetivo delinear o mecanismo de ação dos fármacos protótipos que serão utilizados como futuro medicamento contra a doença de Chagas. “Geralmente, o estudo de mecanismo de ação é a última etapa na sequência normal de desenvolvimento de medicamentos. Com esse estudo, ganharemos tempo, principalmente se considerarmos que para a doença negligenciada, pouco é investido, e se conseguirmos desenvolver etapas em laboratório será um passo muito importante”, revela o Professor Dr. Márcio Andrade, coordenador do projeto (foto).

O desenvolvimento desse trabalho acontecerá nos Laboratórios de Pesquisa em Química da Universidade e estarão envolvidas as participações dos alunos de graduação (IC), Pós-Graduação (M e D em Ciências) e Pós-Doutorado, bem como do coordenador. “Além de estarmos nos preparando para produzir e colocar no mercado um medicamento que a Unifran é co-titular da patente, não podemos esquecer que a Universidade de Franca é geradora de conhecimento através da Graduação, Extensão e da pesquisa científica. Assim, esse projeto irá alavancar nossas pesquisas, porque podemos desenvolver trabalho de qualidade que estará envolvendo alunos de diversos níveis de conhecimento e fortalecendo nosso programa de Pós-Graduação em Ciências, que recentemente foi avaliado pela Capes com a nota 5 como curso de excelência”, finaliza.