Notícias

Unifran participará de mais um Projeto Rondon


21
May 2013

rondon.jpgMais uma vez a Unifran foi selecionada para participar do Projeto Rondon. Esta será a sua 7.ª participação.

O Projeto Rondon é de integração social coordenado pelo Ministério da Defesa e conta com a colaboração da Secretaria de Educação do Ministério da Educação – MEC. O projeto envolve atividades voluntárias de universitários visando aproximá-los da realidade do país, além de contribuir para o desenvolvimento de comunidades carentes.

A ação empenha-se em desenvolver a capacitação de organizações da sociedade civil, na defesa dos direitos de cidadania, do desenvolvimento local e sustentável, bem como a capacitação de multiplicadores locais para atuarem em ações voltadas à administração pública com a elaboração de projetos que atendam à infraestrutura municipal, em particular nas áreas de saneamento básico e de meio ambiente.
Em julho deste ano será montada uma equipe de oito alunos que participarão da operação Forte do Presépio, no município de Vigia, estado do Pará. O conjunto selecionado inclui ações das seguintes áreas de atuação: cultura, direitos humanos e justiça, educação e saúde.

O já atuante psicólogo Carlos Alberto da Costa, participou do projeto Rondon na Operação Tuiuiú, em Chapada dos Guimarães-MT (julho de 2011), quando ainda era aluno, explica que “participar do Projeto Rondon foi uma experiência única. Foi uma troca cultural e de conhecimento muito grande. Afinal este é o grande objetivo deste projeto, e quando você é um rondonista, quando está ‘dentro’ e se permite participar deste movimento, é impossível não deixar o seu conhecimento e trazer novas formas de enxergar o ser humano, pois a diversidade cultural e a disparidade econômica de nosso país são impressionantes”.

Carlos acrescenta que “acredito que os ganhos de conhecimento e de valores humanos, tanto para quem é atendido, como para quem atende, em ações como o do Projeto Rondon são impossíveis de serem mensurados, mas o depoimento dos envolvidos mostra um efeito positivo para o desenvolvimento cultural das pessoas. Ações como estas deveriam ser promovidas de maneira mais expressiva, tanto por entidades públicas como privadas”.

Os interessados em participar da seleção deverão ter concluído pelo menos a metade do curso de graduação, ter disponibilidade para viajar em julho de 2013 e participar das capacitações antes da viagem.

Para realizar sua inscrição, clique aqui.