Notícias

Professor da Unifran participa da elaboração das provas do ENADE


10
September 2010

mateus250_2.jpgMateus Santiago Caetano, professor no curso de Educação Física da Unifran, foi um dos 20 professores do Brasil selecionados pelo Inep para participar da elaboração das questões do Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes) do curso de Educação Física – Bacharel.

Nos dias 17 e 18 de agosto, Caetano participou do curso de capacitação do BNI (Banco Nacional de Itens), e nos dias 26, 27 e 28, participou da elaboração dos itens (questões da prova), ambos em Brasília.

O Inep escolheu os professores de acordo com os currículos. “Fiz minha graduação e pós-graduação na Unifran. Sem dúvida, as bases adquiridas aqui fizeram a diferença no meu currículo”, disse.

Sobre o ENADE

Fonte: www.terra.com.br

O Inep, autarquia do MEC responsável pelas avaliações nacionais, vai assumir a elaboração das questões do Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes) a partir da edição deste ano. Segundo o presidente do Inep, Joaquim José Soares Neto, a instituição resolveu "assumir o controle dos itens" para melhorar a operação do exame como um todo.

Segundo a assessoria de imprensa, a medida só foi possível nesse momento por conta de uma mudança na legislação. Anteriormente, os itens (questões das avaliações) só poderiam ser adquiridos pelo Inep de pessoas jurídicas, ou seja, de empresas. Com a mudança, a autarquia pode contratar pessoas físicas para tal tarefa. Essa modificação de procedimento vai facilitar a aquisição das questões que vão compor as provas. A intenção do Inep é formar um banco de itens, assim como já faz com o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Além dessa mudança na compra das questões, a logística de impressão, distribuição e aplicação do Enade foi revista – assim como Soares Neto fez  com o Enem e com as outras avaliações a cargo do Inep. Para ele, “exames bem estruturados garantem condições iguais [aos seus participantes]". Seguindo essa diretriz, o diretor segmentou as contratações dos serviços.

Anteriormente, uma mesma empresa era contratada para fazer a elaboração dos itens, a impressão das provas, a distribuição dos exames, a aplicação da avaliação e, ainda, a leitura dos resultados que seriam tabulados pelo Inep. No novo formato, a distribuição dos cadernos de prova será realizada pelos Correios (mesmo formato adotado para o Enem). Haverá uma licitação técnica e de preço para  aplicadora do Enade. Para a impressão da avaliação, haverá licitação feita por meio de pregão.