Notícias

Novidades dos Programas de Mestrado e Doutorado da UNIFRAN – Fevereiro de 2018


09
February 2018

2018 já está a todo vapor e aqui na UNIFRAN não é diferente. Confira as primeira notícias do ano dos nossos Programas de Mestrado e Doutorado:

 

 

 

 

 

No dia 13/12, os alunos do Programa de Pós-graduação em Ciência Animal: Maria Augusta Adami P. dos Santos, Carolina Abraão N. Naddeo, Daniel Peixoto Pereira, Débora da Oliveira Garcia, Jéssica Cristina Barros e Charles Silva de Lima realizaram na prática em atividade na disciplina “Modalidades de apoio ao ensino e à comunidade”, um encontro na sede do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) na cidade de Brodowski/SP, sobre o tema: “Toxoplasmose: afinal de quem é a culpa?”.

O encontro teve como público alvo as gestantes que realizam o pré-natal e funcionários da unidade. Foi realizada uma palestra expositiva sobre a importância da realização do acompanhamento pré-natal para a identificação da doença, seus sinais clínicos observados nas gestantes e nos neonatos, métodos de controle e profilaxia da enfermidade e, por fim, o papel do gato doméstico no ciclo da doença. Ao final, foram sorteados kits com produtos de higiene para os bebês e fraldas descartáveis e disponibilizado ao final do encontro um coffee break, no qual houve a interação de todas as gestantes para sanar várias dúvidas discutido anteriormente.

A disciplina “Modalidades de apoio ao ensino e à comunidade” tem por objetivo discutir propostas e aplicá-las à comunidade, destacando o papel fundamental do médico veterinário sobre a saúde coletiva, especialmente ao que se refere às doenças infecciosas de potencial zoonótico.

Conheça mais sobre o Programa em Ciência Animal.

 

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), publicou no dia 01/02, que será oferecido gratuitamente, pelo Portal de Periódicos, acesso à revista National Geographic.  Com quase 130 anos de história, a publicação é reconhecida pela qualidade em fotojornalismo e cartografia, oferecendo cobertura aprofundada de ciência, tecnologia, geografia, culturas, vida animal, meio ambiente e ecologia. Devido à variedade de temas, o título beneficia professores, estudantes, pesquisadores e outros profissionais que têm curiosidade acadêmica e gostam de ampliar seus conhecimentos. Saiba mais aqui.

 

O ano mal começou e os docentes do PG Ciência Animal já apresentam cinco bolsas de iniciação científica aprovadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Os alunos Bianca Ferrari, Frederico Rocha Oliveira, Giselli Capareli Estrela, Pâmela Almerinda Picoli e Thaique Igor Bastianini tiveram seus projetos de iniciação científica aprovados junto a essa agência de fomento no início de 2018. No final de 2017, a aluna Maria Fernanda da Silva também obteve êxito com seu pedido e foi contemplada com a bolsa da FAPESP.

 

E 2018 começa com tudo mesmo. Várias bolsas de Iniciação Científica estão sendo aprovadas e juntamente com elas, um projeto do professor do Programa de Pós-graduação em Ciências, Prof. Dr. Emerson Henrique de Faria, foi aprovado junto a conceituada Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Intitulado: “Novas estratégias para o reaproveitamento de subprodutos de curtumes para a obtenção de materiais porosos funcionais de alto valor agregado”, o projeto destaca uma alternativa ambientalmente correta para a obtenção de materiais porosos funcionais por síntese hidrotérmica (utilizando reator microondas) onde serão utilizados subprodutos inorgânicos da indústria curtumeira contendo alumínio e crômio para a obtenção de argilas sintéticas, ou ainda o emprego destas espécies como sítios ativos para a obtenção de materiais porosos funcionais utilizando os argilominerais naturais.

Como objetivos secundários almeja-se ainda aplicar os sólidos inorgânicos porosos  obtidos a partir dos resíduos como adsorventes de contaminantes, para a oxidação de hidrocarbonetos e fármacos em processos oxidativos avançados e como sensores químicos para a detecção de poluentes.

Vale ressaltar que a indústria curtumeira gera uma quantidade significativa de sub-produtos (tais como: substâncias orgânicas como graxas, ceras, corantes, resíduos de peles e substâncias inorgânicas: como cloreto de crômio, hidróxido ou óxido-hidróxido de alumínio contendo crômio) dentre inúmeros outros. Sendo a sua manipulação e destino motivo de grande preocupação, uma vez que este tipo de atividade é considerada altamente poluidora.

A UNIFRAN gera conhecimento há mais de 16 anos em pesquisas de ponta. Conheça mais sobre o Programa em Ciências.

 

O Programa de Mestrado em Linguística da UNIFRAN, em parceria com a UNAM (Universidad Autónoma do México) e a PUC-SP acaba de publicar o livro Paixões Aristotélicas, sob a organização dos profs. Drs. Maria Flávia Figueiredo, Gerardo Ramírez Vidal e Luiz Antonio Ferreira. Trata-se de uma obra bilíngue (português e espanhol), produto das atividades de internacionalização promovidas pelas IES envolvidas. A obra encontra-se disponível aqui.

Conheça mais sobre o Programa de Mestrado em Linguística.

 

Mais dois alunos da UNIFRAN foram contemplados com bolsas FAPESP. Trata-se de Ticiano Jardim Pimenta, aluno do curso de Tradutor e Intérprete e orientando de IC da Profa. Dra. Maria Flávia Figueiredo (Docente do Programa de Mestrado em Linguística), com seu projeto de pesquisa intitulado “Universalidade proverbial e lugares da argumentação: uma incursão pela Retórica e pela Paremiologia”, e da aluna Leticia Barbosa de Melo, do curso de Engenharia Química e orientanda de IC da Profa. Dra. Katia Jorge Ciuffi (Docente do Programa em Ciências).

 

A UNIFRAN, por meio do Programa de Pós-Graduação em Promoção de Saúde, o qual faz parte da Rede Iberoamericana de Universidades Promotoras de Saúde (RIUPS), e em parceria com o Curso de Artes Visuais, apresenta a exposição itinerante de fotografia do projeto “Ações em promoção da Saúde na universidade”, cujo objetivo é criar e fomentar atividades sociais, culturais e recreativas que visem manter e incentivar o bem-estar, bem como informar e integrar os atores envolvidos na comunidade universitária.

As obras são resultados das oficinas de cerâmica “Entre Olhares: Promoção de Saúde e Arte”, que ocorreram entre outubro e dezembro 2017, com as funcionárias do setor da limpeza da instituição.

Participantes da UNIFRAN: Adriana Rodrigues; Ana Maria Guilherme; Aparecida de Oliveira; Carmem Gonçalves; Cleide da Silva; Elizabete Cosmo; Fabrícia de Almeida; Kátia Reis; Lucilaine Natali; Márcia Maria Teixeira; Maria Conceição de Sousa; Maria de Fátima Vieira; Maria Elisângela da Silva; Maria Gorete Pacheco; Neri Rodrigues.

Conheça mais o Programa em Promoção de Saúde.

E por hoje é só, pessoal. Até a próxima! 🙂