Notícias

Desafios e mudanças


19
September 2007

modelUN_1.jpgpor Daniela Marques Medeiros, Acadêmica, Vice Secretária

“Tempo de Verdadeiras Mudanças”, o tema que guia as atividades da III Edição do UN-SP Model é bem mais que uma proposta de discussão acerca do sistema internacional. O tema é um convite desafiador aos nobres delegados que estão dispostos a fazer a diferença, a modificar posturas e atitudes para trazer substância e conteúdo acadêmico a esse grande evento.

O III UN-SP espera dos nobres delegados uma efetiva contribuição com o melhor de seu conhecimento acerca da política externa de seu país, sua capacidade de negociação e seus conhecimentos sobre o tema a ser tratado durante os 5 dias de evento.

Acreditamos na capacidade dos delegados presentes no III UN-SP Model de representarem devidamente seus países, argumentado, defendo seus interesses, seus propósitos e principalmente, buscando o melhor para o Sistema Internacional, sempre atuando com ética e diplomacia.

Portanto, esperamos mudanças, mudanças expressas, especialmente, na postura dos representantes diplomáticos, representantes que devem, antes de tudo, buscar a cooperação, o acordo, o consenso.Agindo dessa forma, acreditamos que as discussões ocorrerão em um ambiente saudável e de intenso de aprendizado para todos.

O resultado será expresso nos documentos produzidos com grande excelência e conhecimento do tema tratado.Mudaremos posturas, sem todavia, nos distanciar do nosso objetivo de propor as verdadeiras mudanças. Todos os comitês trazem temas instigantes e desafiadores.

O Conselho de Segurança Histórico é uma oportunidade de participar de um momento ímpar na história, possibilitando avaliar atitudes de líderes mundiais que decidiram sobre o futuro da humanidade. Já Organização Mundial do Comércio permite que o delegado proponha uma mudança para o que acontece no presente momento com a Rodada Doha. Esse Comitê permite uma avaliação do comércio internacional atual, bem como da postura dos principais atores desse contexto.

A palavra cooperação pode definir o Comitê de Desarmamento e Segurança, o qual, tratando de temas como sistema de inteligência e comércio de armas, levará os delegados a trabalharem a utilizarem devidamente suas políticas nacionais e internacionais.

O Comitê Social, Cultural e Humanitário trás temas inovadores como o tópico que trata da ligação entre narcotráfico e o tráfico de mulheres. O outro tópico é ousado no sentindo de contemplar direitos humanos e meio ambiente, tratando das questões dos refugiados ambientais.

Dessa forma, esperamos promover as “verdadeiras mudanças”, contando com a contribuição dos nobres delegados que terão o apoio constante de toda organização, diretores, equipe técnica e demais para oferecerem um ambiente propício ao desenvolvimento das atividades do III UN-SP.

Pensar uma nova ONU, novas posturas e ações. O Desafio começou.