Notícias

De olho no futuro


26
March 2008

Matéria extraída do Jornal Comércio da Franca
Foto: Dirceu Garcia

 

Clique aqui e veja a matéria no jornal

 

Mais de 2 mil jovens de Franca e de outras 31 cidades da região participarão do Consórcio Social da Juventude, projeto implantado a partir de uma parceria firmada entre a Ecofran (Associação de Ecologia e Pesquisa de Franca), órgão ligado à Unifran (Universidade de Franca), Ministério do Trabalho e prefeituras. A proposta do programa é qualificar profissionalmente jovens com idades entre 16 e 24 anos, por meio de cursos de capacitação para a inclusão no mercado de trabalho.

 

O programa completo inclui na grade curricular 400 horas de aulas, distribuídas entre abril e outubro deste ano. Além do material didático gratuito, os estudantes receberão R$ 100 por mês, através do Ministério do Trabalho. A metade inicial do curso inclui os conhecimentos básicos e será desenvolvida nas cidades em que os alunos moram. Os conhecimentos específicos, que ocuparão a outra parte, serão ministrados em Franca, na Unifran, segundo informou o coordenador do projeto e presidente da Ecofran, Antônio Mauro Alves.

 

Os estudantes que se inscreveram e foram recrutados após um processo de seleção poderão escolher entre cursos de qualificação profissional nas áreas de administração, agronegócio, alimentação, arte e cultura, beleza e estética, comunicação e marketing social, construção e reparos, metal e mecânica, turismo e hospitalidade e vestuário.

 

Para os jovens que têm interesse em ingressar no mercado de trabalho por meio do setor turístico ou gastronômico, por exemplo, os professores buscarão capacitá-los para que eles possam conceber, organizar e viabilizar produtos e serviços adequados aos interesses e demandas turísticas da região. A estudante do 2º ano do ensino médio Ana Flávia Mendonça Moscardini, 16, optou pela área de beleza e estética. “Eu gosto muito de estética. Tenho uma amiga que está fazendo faculdade nessa área e está adorando. O projeto, além de nos dar a oportunidade de conquistar o primeiro emprego, nos dá uma base para sabermos o que vamos querer no futuro”, afirmou Ana Flávia, que após concluir o ensino médio, quer cursar graduação na mesma área.

Para ministrar as aulas do programa, os estudantes de Franca contarão com uma equipe formada por 18 profissionais, dentre os quais estão assistentes sociais, psicólogos, profissionais de marketing, pedagogos, professores de informática e relações públicas. “Para vários desses profissionais, este também é o primeiro emprego. A média de idade deles é de 20 anos”, disse o coordenador do Consórcio.

 

VAGAS

 

Apesar de todos os benefícios oferecidos pelo programa, enquanto na região mais de 2,1 mil jovens disputaram as 1.480 vagas, em Franca não houve número de interessados suficiente para preencher as 600 vagas oferecidas. As inscrições terminaram no mês passado. Segundo o coordenador do projeto, Antônio Mauro Alves, há cem vagas remanescentes que serão redistribuídas por cidades que tiveram maior demanda de interessados. “Vamos buscar os municípios que têm uma demanda maior e melhores condições de cumprir uma das metas do projeto que é inserir pelo menos 30% dos jovens no mercado de trabalho local após o término do curso”, disse. Para se inscrever os adolescentes e jovens deveriam estar estudando, não ter trabalhado, ter renda de até R$ 190 por pessoa da família e não ter participado de nenhum programa voltado para o primeiro emprego.

O fato de as vagas disponibilizadas para Franca não terem sido preenchidas motivou a realização de uma audiência que reuniu autoridades de diversas entidades e órgãos ligados aos interesses dos adolescentes e jovens.

 

“Tivemos alguns nomes importantes que ajudaram a explicar o porquê da baixa procura. São vários fatores, entre eles o pouco envolvimento dos pais e o medo do jovem de participar de uma organização formal e de ter que cumprir regras”, disse Alves.
Novas vagas para o Consórcio estão previstas para o ano que vem. Mais informações sobre a Ecofran e os cursos oferecidos podem ser obtidas pelos telefones (16) 3711-8907, (16) 3721-5526 ou (16) 3721-5519 ou pelo site www.ecofran.org.br.