Notícias

Crack e outras drogas: professora cria cartilha de orientação nacional


12
June 2017

A Prof. Dra. Regina Célia de Souza Beretta, docente do Programa de Pós Graduação em Promoção da Saúde UNIFRAN, elaborou o documento de orientação nacional, para todos os trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) do Brasil, que atuam nos Centros de Referencia Especializado de Assistência Social (CREAS), em situações de violência e violação de direitos.

O documento resultou de uma consultoria prestada ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A proposta se apresenta sob a forma de uma cartilha, com orientações e recomendações técnicas organizadas de forma didática, sobre o atendimento e acompanhamento às famílias e indivíduos em situação de risco pessoal e social, por violação de direito, associado ao uso de Crack e outras drogas, considerando o papel, as competências e especificidades dos serviços de proteção social de média complexidade, no âmbito do CREAS.

O trabalho enfatiza a necessidade da ampliação do olhar do Estado e da sociedade civil sobre o complexo fenômeno do uso de drogas, que requer uma intervenção intersetorial qualificada, das políticas públicas; especialmente das políticas de assistência social, da saúde e da educação. Além de destacar a importância de se considerar a integralidade do sujeito, como um todo indivisível, no que tange ao cuidado e atendimento das pessoas em situação de vulnerabilidade e riscos, associadas ao álcool, crack e outras drogas.

O documento provoca ainda uma reflexão sobre a internação compulsória, a violação de direitos e da autonomia das pessoas usuárias de drogas, questionando a efetividade dessa medida, geralmente associada à violência, sem considerar o desejo dos sujeitos, suas histórias e as circunstâncias.

Clique aqui e veja o documento!