Notícias

Alunos de Turismo fazem visita técnica em Andradas


09
September 2008

foto250_43.jpg

veja fotos da viagem 

Nos dias 28 e 29 de junho os alunos do 3º ano do curso de Turismo realizaram visita técnica à cidade de Andradas – MG.

O objetivo principal da visita foi colocar em prática os conhecimentos teóricos recebido nas aulas do curso de Turismo, nais quais os estudantes elaboraram o roteiro e puderam estabelecer relação das informações obtidas nas disciplinas estudadas durante o curso.

Desde a escolha do roteiro, os contatos para reservas, a busca pelo transporte, até a pesquisa pelos pontos turísticos da visita foram elaborados pelos alunos, com o acompanhamento dos professores.

A escolha de Andradas, foi feita pelos alunos que optaram por encontrar belezas naturais, muito verde e um agradável clima de montanha, além do interesse pelo Enoturismo.

Recente é o Enoturismo brasileiro, assim como a produção de vinhos do país. E assim como o vinho nacional começa a crescer em complexidade, da mesma forma o brasileiro passa a se interessar mais pela história que há dentro de cada garrafa, e a vontade de conhecer os locais nos quais é produzido o vinho se intensifica. Ao contrário do que muitos acham, não é só na região sul do país que se produzem vinhos. A região de minas conhecida pela gastronomia e cultura também está sendo descoberta pela fabricação de vinhos.

E ao visitar uma vinícola, os alunos podem entrar em contanto com informações teóricas que são ministradas sobre o universo do vinho, aprendem os nomes das castas de uvas, como o vinho é feito e como deve ser degustado. Assim vai se educando e aumentado a sua cultura de vinho, fator que na prática faz a diferença do aprendizado realizado na sala de aula.

Chegando à Andradas, o grupo se instalou no Andradas Palace Hotel e logo depois já partiram juntamente com uma guia local para conhecer o Morro de Elefante, fazendo uma trilha até o pé da montanha. A Pedra do Elefante é um imenso maciço rochoso, localizado na Serra do Pau d’Alho, sendo visível a quilômetros de distância e chama atenção por ter a forma de um elefante deitado, visualizando-se perfeitamente a cabeça e o corpo, formato que lhe originou o nome.

Após a caminhada onde refletiram sobre temas como ecologia, geografia e história, os alunos visitaram a Casa Geraldo, onde puderam almoçar e aprender mais sobre o Enoturismo, acompanhados das lições do Professor do curso, Fernando Dagoberto Rodrigues Pereira, que é especialista em gastronomia e reforçou todos os procedimentos vistos em sala de aula, juntamente com um tour guiado pelo pessoal da vinícola, onde puderam saborear os vinhos e sucos produzidos no local, sob os rótulos Campino e Casa Geraldo.

Na oportunidade puderam acompanhar todo o processo de elaboração do vinho e na companhia da professora de Ética e Legislação, Elvira Godiva Junqueira, ainda puderam pensar sobre a cultura e debater sobre os perigos da direção sobre os efeitos do álcool.

O grupo ainda conheceu o Clube Rio Branco, onde puderam saborear a culinária local. E no dia seguinte partiram para o Pico do Gavião, ponto culminante da Serra do Caracol, a 1663 metros do nível mar, com uma área de natureza preservada e um dos melhores locais do mundo para a prática do Vôo Livre. No alto do Pico do Gavião puderam observar as decolagens dos pilotos, com seus parapentes coloridos.

texto por Elvira Godiva Junqueira. Mestre em Direito, advogada, professora na Unifran da disciplina Ética, Direito e Legislação Turística no Curso de Turismo