Notícias

Aluna de pós- graduação em Ciências faz doutorado sanduíche na Espanha


04
December 2008

faculdadeciencias250.jpgA aluna do doutorado em Ciências da Unifran, Lílian R. Ávila, está na Universidade de Salamanca, Espanha, realizando doutorado sanduíche — trata-se de um doutorado em colaboração com alguma instituição de pesquisa do exterior. Normalmente, o doutorando passa uma fase inicial de seu doutorado no Brasil, uma segunda fase no exterior (tipicamente, 1 ano), e retorna ao Brasil para a última fase, no final da qual ocorre a defesa.

Lílian faz parte do SOL-GEL, um grupo de pesquisa do programa de pós-graduação em ciências, coordenado pelos professores doutores Kátia J. Ciuffi e Eduardo J. Nassar. A aluna é bolsista da Fapesp no doutorado da Unifran e há quatro meses desfruta dessa oportunidade internacional, possibilitada pelo convênio firmado entre Unifran, Universidade de Salamanca, CAPES e MEC –CD (Espanha).

O tema do projeto que Lílian está desenvolvendo é “Preparação e Caracterização de Materiais Híbridos Orgânico-Inorgânicos para Adsorção de Metais Pesados e Obtenção de Novos Catalisadores”, que tem como objetivo principal a remoção de metais pesados de efluentes industriais, pelo processo de adsorção, pois estes podem causar muitas doenças e sérios problemas fisiológicos para o corpo humano, e em seguida aplicá-los como catalisadores, pois um dos maiores problemas a ser enfrentado é, achar uma destinação adequada aos materiais após a adsorção dos íons metálicos, visando assim às suas reutilizações, para diminuir ao máximo os impactos ambientais gerados no processo.

Segundo a aluna o intercâmbio é de suma importância para o aprimoramento de seus conhecimentos científicos. “Estou aperfeiçoando e atualizando meus conhecimentos relacionados à métodos e técnicas que utilizamos no laboratório de pesquisa da Universidade de Franca. E também contribuindo para o enriquecimento de minha tese de doutorado”, disse. Lílian trabalha em um grupo de pesquisa que é um dos grandes especialistas no mundo na área de argilas naturais ou sintéticas. “O contato com o grupo de pesquisa coordenado pelos professores Miguel A. Vicente e Raquel Trujillano tem sido muito importante para complementar minha formação”, finaliza.