Notícias

2ª edição da Universidade de Verão supera as expectativas


19
January 2007

figuradentro.jpgPesquisa revela que pessoas de outros Estados, em férias na cidade, aproveitaram o evento

Veja fotos das oficinas, cursos e conferências 

Nos dias 16, 17 e 18 de janeiro a Unifran ofereceu gratuitamente vinte e duas oficinas, vinte e três cursos, duas conferências e uma mesa redonda que abordaram o tema "O desenvolvimento e seus desafios". Foram discutidos problemas relacionados com o desenvolvimento na economia, na educação e as perspectivas para a região.
 
Em termos de público, esta segunda edição da Universidade de Verão superou as expectativas. O número geral de inscritos chegou a 1654. Temas como introdução ao vinho, comida de boteco, reciclagem de papel, experimento em ciências, filosofia e psicologia para adolescentes, criatividade aplicada à moda, comunicação pessoal, curso básico de libras, saúde do trabalhador, entre outros, tiveram as inscrições esgotadas.
 
Pesquisa realizada com os participantes durante o evento revelou algumas características importantes do público que freqüentou a UNIFRAN no período. Além da participação massiva de Franca e região, houve inscrições de pessoas oriundas do Rio de Janeiro, Campinas, São Paulo, Presidente Prudente e de cidade mineiras distantes. “Certamente este é um público que estava em férias na casa de parentes e aproveitou a oportunidade para ampliar seus conhecimentos em uma universidade. Alguns, inclusive, são universitários de universidades públicas”, revela a pró-reitora acadêmica Hercídia Coelho. Para a instituição, por conta do sucesso da Universidade de Verão, esse tipo de participação deve aumentar nas próximas edições.
 
A pesquisa indicou também grande diversidade etária: crianças, adolescentes, jovens e pessoas da terceira idade freqüentando a mesma sala de aula. “Isso demonstra que a busca do conhecimento tornou-se uma constante em nossa região, sem distinção de idade, raça ou fator econômico. As pessoas estão atentas às oportunidades, então acredito que, para os próximos eventos, o famoso “boca-a-boca” será nosso grande aliado na divulgação, pois quem veio pode vivenciar uma experiência muito agradável”, afirma Maurício Buffa, coordenador de Marketing.
 
“Essa é mais uma forma da universidade cumprir sua função extensionista. Uma maneira eficaz de estender o conhecimento à população”, finaliza Hercídia Coelho.